Notícias

Poucas pessoas utilizam assentos de segurança para crianças

Em: 04/11/2009

O caso do bebê arremessado de um carro após o veículo ter sido atingido por um ônibus desgovernado, em Lençóis Paulista, no interior do Estado, na última terça-feira, serve de alerta para os pais que ainda transportam crianças sem obedecer as normas de segurança.

João Vitor, de 1 ano e quatro meses, estava no colo da avó, no banco da frente, e por sorte teve apenas ferimentos no braço esquerdo e na cabeça. Conforme estudos analisados pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), a maioria das crianças ejetadas de veículos em acidentes automobilísticos não utilizava dispositivos de retenção ou fazia uso inapropriado do mesmo.

A utilização de assentos de segurança para crianças, conforme o médico Flávio Adura, está entre as mais importantes medidas preventivas para reduzir mortes e ferimentos decorrentes de acidentes de trânsito. “Esses equipamentos evitam que a criança se choque contra o painel ou o parabrisa ou ainda que seja ejetada do veículo”, salienta o médico.